Prevenção e Controlo da Legionella em Sistemas de Água

You are here:

Prevenção e Controlo da Legionella em Sistemas de Água

245.00

A Legionella é uma bactéria que vive naturalmente em ambientes aquáticos que ao alojar-se nos pulmões pode provocar uma pneumonia grave. Esta bactéria desenvolve-se em reservatórios de água doce e em locais onde se libertem aerossóis que não tenham uma adequada manutenção dos equipamentos.

A formação sobre Legionella permite entender as origens da bactéria, como se desenvolve, quais os principais fatores de disseminação e os riscos que apresenta para a saúde pública. Esta formação inclui também a identificação dos principais normativos legais e a identificação dos principais métodos de monitorização, tratamento e desinfeção da água e dos sistemas.

Sendo executado um plano de prevenção e controlo de Legionella, esta formação inclui também a apresentação do plano e a abordagem aos aspetos práticos do mesmo.
O Plano é um conjunto de ações preventivas e de monitorização que cada entidade deve executar face aos sistemas e riscos que as suas instalações oferecem.

Através da Lei n.º 52/2018, com as alterações da Lei n.º 40/2019, de 21 de junho e, mais recentemente, com a publicação da Portaria 25/2021 de 29 janeiro que, estabelecem o regime de prevenção e controlo da Legionella, bem como, a classificação do risco e as medidas mínimas a serem adotadas pelos responsáveis dos equipamentos, redes e sistemas.

Segundo a Lei nº52/2018 todos os edifícios e estabelecimentos de acesso público, quer tenham natureza pública ou privada, que tenham: redes de água quente ou fria, sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado, sistemas de arrefecimento de água como humidificadores, torres de arrefecimento, condensadores evaporativos, fontes ornamentais, jacuzzis, banhos turcos e saunas, ou qualquer tipo de sistema artificial ou natural que possa gerar aerossóis de água.